Fórum de Alvações do Corgo # O seu fórum, para uma comunidade moderna e comunicativa.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Linha do Douro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Cabecinha

avatar

Mensagens : 292
Data de inscrição : 08/06/2009
Idade : 46
Localização : Alvações do Corgo

MensagemAssunto: Linha do Douro   Sab Out 31, 2009 7:53 am

Para evitar derrocadas na via-férrea
REFER reforça segurança na Linha do Douro



Entre as estações de Vesúvio e Vargelas, junto ao Túnel nº 3 de Arnozelo (Numão), concelho de Vila Nova de Foz Côa, a Rede Ferroviária Nacional, REFER, está a proceder a um conjunto de trabalhos que visam evitar desmoronamentos para a linha do Douro e ao mesmo tempo reforçar e consolidar taludes e trincheiras.

A intervenção está a decorrer a bom ritmo já que não pára nem à noite, nem aos fins-de-semana. É uma situação que se compreende dada a aproximação do Inverno e o aumento da possibilidade de pequenas derrocadas na via. A sequência de trabalhos de reforço de segurança da Linha do Douro, entre a Régua e o Pocinho, já são bem visíveis, principalmente no troço entre a Régua e o Pinhão e no troço até ao Tua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cabecinha

avatar

Mensagens : 292
Data de inscrição : 08/06/2009
Idade : 46
Localização : Alvações do Corgo

MensagemAssunto: Nunca em Portugal houve tantas linhas de caminho-de-ferro fechadas para obras   Qui Jan 14, 2010 1:21 pm

PUBLICO
9.01.2009
CARLOS CIPRIANO

Em algumas linhas não decorrem quaisquer trabalhos, nem a Refer sabe quando reabrirão

Quase dez por cento da rede ferroviária nacional está sem comboios porque as linhas fecharam para obras, mas em algumas delas os trabalhos estão parados ou ainda nem começaram.

A situação, inédita em Portugal, tem várias causas, desde as intempéries de Dezembro passado que levaram ao fecho do ramal de Neves Corvo e de parte da linha do Douro até às indefinições em torno da linha do Tua motivadas pela barragem na foz do rio com o mesmo nome.

Mas há também troços - como entre Pampilhosa e Figueira da Foz - que encerraram há um ano e não sofreram ainda quaisquer intervenções, não havendo sequer um projecto para a sua reabilitação. Nas linhas do Corgo e do Tâmega, os únicos trabalhos realizados foram o levantamento dos carris e das travessas que transformaram as vias férreas em estradões, mas não se fizeram entretanto mais obras. A Refer diz que só em 2011 estas linhas poderão abrir, mas suspendeu entretanto os trabalhos para a construção de passagens desniveladas.

Na linha do Douro, a queda de uma rocha sobre a linha, perto da estação da Tua, levou ao encerramento da via férrea em Dezembro entre aquela estação e o Pocinho, numa zona onde não existe alternativa rodoviária (a mais fácil seria a fluvial). Mas a Refer suspendeu a velha prática ferroviária de tentar desimpedir as linhas com obras de urgência para repor a circulação e está há três semanas a fazer um diagnóstico que aponta, no mínimo, para seis meses de encerramento.

Também o ramal de Neves Corvo (o único afecto apenas ao serviço de mercadorias), que também foi vítima das chuvas fortes de Dezembro, não tem qualquer data para a reabertura, estando o minério a ser transportado em camiões.

Um troço que parece condenado a estar sempre em obras é o de Guarda-Covilhã. A Refer fechou-o em Março de 2009 e, para modernizar e electrificar aqueles 46 quilómetros de via única, vai demorar até 31 de Dezembro de 2012. No entretanto, sucedem-se meses em que não há quaisquer trabalhos no terreno ou se realizam apenas intervenções esporádicas.

A última linha a fechar para obras foi a da Lousã, mas esta, quando reabrir, ostentará o nome de Metro Mondego. Um investimento controverso de 300 milhões de euros para modernizar 35 quilómetros de via férrea. A reabertura está prevista para 2012.

Aos 276 quilómetros de linhas fechadas no país juntam-se em Maio deste ano mais 54 quilómetros, quando tiver início a modernização da linha entre Vendas Novas e Évora. Os trabalhos vão decorrer durante um ano e custarão 48,4 milhões de euros, mas, quando a linha reabrir, a CP não vai notar grandes diferenças, porque, apesar dos equipamentos instalados, a linha não estará electrificada antes de 2013.

Em Outubro de 2006, aquando das comemorações dos 150 anos do caminho-de-ferro em Portugal, José Sócrates apresentou as Orientações Estratégicas para o Sector Ferroviário com uma das grandes prioridades do seu Governo. Cinco anos depois, quase dez por cento da rede está encerrada, parte dela com destino incerto
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cabecinha

avatar

Mensagens : 292
Data de inscrição : 08/06/2009
Idade : 46
Localização : Alvações do Corgo

MensagemAssunto: LINHA DOURO - Troço Tua - Pocinho-Situação das obras e reabertura à circulação   Qui Fev 04, 2010 1:28 pm

Linha do Douro2010-02-02
LINHA DOURO - Troço Tua - Pocinho
Situação das obras e reabertura à circulação

No dia 25 de Dezembro de 2009 ocorreu uma derrocada de muito grande dimensão no talude adjacente ao km 142,500 da Linha do Douro, obrigando a suspender a circulação entre Tua e Pocinho.
Tendo como objectivo permitir a abertura à exploração no mais curto prazo possível, assegurando as necessárias condições de segurança, a REFER desenvolveu de imediato a definição da solução de estabilização do talude do maciço rochoso e procedeu, no passado dia 13 de Janeiro, ao ajuste directo da sua execução à empresa OFM, pelo valor de cerca 1.150.000 Euros e um prazo global de execução de oito meses.
No dia 1 de Fevereiro procedeu-se à consignação da empreitada e, simultaneamente, com a recepção dos materiais específicos (redes de aço de alta resistência de tripla torção e varões de aço para pregagens), deu-se início à obra.
Prevê-se que após os dois primeiros meses de trabalhos, ou seja, no final do mês de Março, se conclua a primeira fase da intervenção, permitindo a reabertura do troço à exploração com restrições de velocidade, que serão eliminadas no final de Setembro, com a conclusão da empreitada.
Neste momento, a REFER concluiu já os trabalhos preparatórios de remoção dos blocos e foram repostas a plataforma e a superstrutura de via que haviam sido destruídas na derrocada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Linha do Douro   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Linha do Douro
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Dicas de como escolher curso de pilotagem de linha aérea...
» Caminho a seguir para ser Piloto de Linha aérea
» [Brasil] Piloto de linha aérea: há vagas
» Fotos da linha de montagem dos caças MiG-29
» ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: LINHA SIEGFRIED, A DEFESA DA ALEMANHA REICH - 1940!!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Alv@Fórum :: Noticias :: Noticias da Linha do Corgo-
Ir para: